À parte.

Passamos a vida agarrando-nos às pessoas fáceis de atingir, às pessoas ruidosas que se fazem notar, enquanto outras estão por aí, à parte, na sombra. Mas não nos esforçamos para ir até elas.

Martin Page, Talvez uma História de Amor (Rocco, p. 61)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s