Nkiruka.

Dentro da selva estava tão escuro que não enxergávamos nossas próprias mãos, e nos mantínhamos muito próximas uma da outra para não nos separarmos. (…) Desatei a chorar porque a escuridão era completa e eu achava que não acabaria nunca. Mas Nkiruka me abraçou bem forte, e me embalou, e cochichou para mim:

– Não fique triste, irmãzinha. Diga, qual é o meu nome?
Em meio aos meus soluços, eu disse:
– Seu nome é Nkiruka.
E minha irmã esfregou minha cabeça e disse:
– Sim, é isso mesmo. Meu nome significa “o futuro é brilhante”, Viu? Acha que nossa mãe e nosso pai me daria esse nome se não fosse verdade? Enquanto estiver comigo, irmãzinha, a escuridão não vai durar para sempre.

Do livro Pequena Abelha, de Chris Cleave (Autêntica, pg. 220).

E quem não sonha com uma irmã assim quase que todos os dias, irmãozinhos?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s