Epifania.

Poucas vezes em minha vida tive momentos de absoluta clareza. Como quando, por alguns segundos, o silêncio abafa o ruído e eu posso sentir mais do que pensar. As coisas parecem tão claras. O mundo parece tão renovado. É como se o mundo todo começasse a existir. Não posso prolongar esses momentos. Me apego a eles, mas, como tudo, eles se desvanecem. Minha vida foi vivida nesses momentos. Eles me trouxeram de volta ao presente e percebi que tudo é exatamente como deveria ser.

George, personagem de Colin Firth, no filme “A Single Man” (2009).

Anúncios

4 comentários sobre “Epifania.

  1. Este filme é fantástico! Talvez não seja este o adjectivo certo… O filme mexeu muito comigo. Fez-me pensar muito. Ainda faz, desde Fevereiro. Nunca imaginei que o Tom Ford fizesse um filme assim. Nunca imaginei que o Colin Firth representasse assim. Não, não é fantástico. É soberbo! Ou será outra coisa? Não sei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s