Não consigo sossegar.

cs-lewis

Porque dou eu guarida no meu espírito a tanto lixo e disparate? Estarei na esperança de que, se o que sinto se disfarçar de pensamento, sentirei menos? Não serão todas estas notas as contorções sem sentido de um homem que não quer aceitar o fato de que nada há a fazer quanto ao sofrimento, a não ser sofrê-lo? Na realidade, pouco importa que nos agarremos aos braços da cadeira do dentista ou que mantenhamos as mãos quietas no colo. A broca continua a brocar.

E a dor continua a assemelhar-se ao medo. Talvez, mais precisamente, à ansiedade. Ou à expectativa. Estar simplesmente na expectativa de que alguma coisa aconteça. E isso dá à vida um sentido permanentemente provisório. Não parece que valha a pena começar a fazer seja o que for. Não consigo sossegar. Bocejo, agito-me, fumo demais. Até isto acontecer, tinha sempre demasiado pouco tempo. Agora não há mais nada senão tempo. Tempo quase puro, um vazio consecutivo.

C. S. Lewis, excerto de Dor.

Anúncios

4 comentários sobre “Não consigo sossegar.

  1. 1º, nao queremos perder.
    É lógico nao querer perder. Não deveriamos ter de perder nada: nem saude, nem afetos, nem pessoas amadas.Mas a realidade é outra: experimentamos uma constante alternancia de perdas e ganhos[…]
    2º, perder dói mesmo.
    Não há como nao sofrer. É tolice dizer “nao sofra, nao chore”. A dor é importante, tbm é o luto__desde que isso nao nos paralise demasiado por demasiado tempo para o que ainda existe em torno de nos.
    3º, percisamos de recursos internos para enfrentar tragedia e dor.
    O apoio dos outros, o abraço, o ouvido e o colo, até a comida na boca sao relativos e passageiros. A FORÇA DECISIVA TERA DE VIR DE NOS: DE ONDE FOI DEPOSITADA A NOSSA BAGAGEM. Lidar com a perda vai depender do que encontramos ali.
    Se crescem arvores solidas ou apenas alguma platinha rasteira, teremos muito ou pouco com q nos nutrir e em q nos apoiar. A tragedia faz emergir forças inesperadas em algumas pessoas.Por mais devorador q seja, O MESMO SOFRIMENTO Q DERRUBA FAZ VOLTAR A CRESCER.

    […] Acredito em afetos e tenho consciencia de q somos parte de um misterioso ciclo vital q nos confere significação. E q dentro dele, sendo insignificantes, TEMOS IMPORTANCIA.

    Lya Luft (perdas e ganhos, record, p. 140-1)

  2. assistí essa semana o “terra das sombras”, filme biográfico do cslewis… magnífico!!! a frase que marcou (do filme): “a dor agora é parte da felicisdade de então. esse é o trato.”

    um abraço.

    rubenita, de SAMPA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s