À tua passagem.

Destino, sabes o que fazes quando sobrevéns com teus furacões na nevada das estrelas, apagando um sol atrás de outro com teu sopro e quando o luminoso orvalhar das constelações cessa de brilhar à tua passagem?

– Jean Paul

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s