Fervor.

Não me digais demasiado que devo minha felicidade aos acontecimentos; evidentemente eles me foram propícios, mas não me servi deles. Não acrediteis que minha felicidade seja feita com a ajuda de riquezas; meu coração sem nenhum vínculo na terra continuou pobre, e morrerei facilmente. Minha felicidade é feita de fervor. Indistintamente, através de todas as coisas, adorei perdidamente.

André Gide, Frutos da Terra (Nova Fronteira, pg. 65)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s