Complexo de desorientação.

Bússula

Alguém me dissera que sempre carregasse uma bússula. Censurei-me por ser o pior trapalhão e imbecil debaixo do sol. Uma bússula não teria me ajudado. Apenas me deixaria ainda mais confuso. Talvez Freud tivesse desvendado o meu mistério: eu sofria de uma espécie de complexo de desorientação. Podia ter algo a ver com minhas necessidades sexuais reprimidas?

Isaac B. Singer, Amor e Exílio: Memórias (L&PM, pg. 279)

Anúncios

Um comentário sobre “Complexo de desorientação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s