Para ser como criança.

child_by_natalkah

1. Espontaneidade de ação:  crianças, como se diz, não têm uma vida interna complexa, então suas respostas a acontecimentos são imediatas, quase instintivas, e sem a ansiedade que frequentemente acompanha análises retrospectivas, comuns aos adultos, de gestos ou ações já realizados.

2. Orientação para o aqui-e-agora: em decorrência do primeiro componente, as crianças não têm uma bagagem de passado e, sobretudo, têm menos capacidade para imaginar concretamente seu futuro (embora sem dúvida possuam uma imaginação rica), de modo que sua perspectiva tende, na maior parte, a ser orientada para o presente, e não ao passado ou ao futuro.

3. Facilidade de expressão verbal e corporal: sem consciência da observação dos outros, as crianças navegam livremente nos espaços físico, auditivo, olfativo e verbal que habitam.

Do livro Existo, logo penso, de Alexander George (Objetiva, 155-56)

Anúncios

3 comentários sobre “Para ser como criança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s