Manter a diferença.

Algumas pessoas distinguem realmente o certo do errado e, o que é mais importante, em quaisquer circustâncias, desde que possam, vão agir de acordo com as distinções que elas próprias estabeleceram. Embora não sejam santos, nem heróis, e embora não escutem a voz de Deus, nem vejam a luz universal da natureza, elas sabem e mantêm a diferença entre o bem e o mal.

Hannah Arendt, Responsabilidade e Julgamento, Companhia das Letras, pg. 18.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s