Pode-se realmente viver mais?

– Nunca vivemos mais – disse Angèle.
– Diga-me, pode-se realmente viver mais? De onde você tirou o sentimento de uma maior exuberância? Quem lhe disse que isso seria possível? Hubert? Será que ele vive mais porque se agita?

André Gide, Paludes (Noa Fronteira, pg. 113)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s