Realização?

1180639451.jpg

O núcleo da idéia de felicidade que vai dominando em nossa época e que se expressa na noção de bem-estar é a realização. Isto é novo, porque a felicidade foi sempre um ideal, algo que o homem busca, com maior ou menor esperança de alcança-la, evidentemente problemática, às vezes com a segurança de ser algo inacessível. Há um razoamento implícito, que não se formula, mas subjaz à interpretação atual, e que poderia expressar-se assim: se a felicidade é impossível, chamemos felicidade a algo possível. A preferência coletiva de nosso tempo se encaminha para algo possível, realizável.

Poder-sei-ia dizer: isso que se chama felicidade é certamente possível; o mal é que não é felicidade. Porém tem vigência; quer dizer, “passa” por felicidade, “vale” por felicidade. E deve-se perguntar o que acontece com a noção mesma de felicidade, e com a atitude do homem face a ela.

Julián Mariás, A felicidade humana, p. 174 (Duas Cidades)

Anúncios

Um comentário sobre “Realização?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s