Um certo poder de posse

poder_palabra.jpg

 

Embora a palavra não me tenha dado a posse do mundo, consigo, bem ou mal, ter um certo poder de posse sobre mim mesmo.

É de Dostoievski, em Os Irmãos Karamázovi, que ouvimos:

“Se não houvesse a palavra a solidão humana seria intolerável”.

 

Antenor A. G. Filho, Educação e Literatura, p. 11 (DP&A)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s