A vida, segundo Niels Lyhne

A verdade é que a vida não vale lá grande coisa, não achas?

– Ah! não sei…A mim não me preocupa muito o seu valor. Em geral, ninguém vive realmente a sua vida. A maior parte do tempo a gente apenas existe.

II 

Há homens que vivem como se viver fosse a coisa mais natural do mundo.

(Carta a Edvard Brandes, escrita por Jacobsen em 14 de março de 1873)

Jens Peter Jacobsen, Niels Lyhne, p. 209 e p.7, respectivamente (COSACNAIFY)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s