Mais de meia-noite

Mais de meia-noite. Nunca vi tanto silêncio. A terra poderia ser desabitada…Talvez os meus melhores anos já tenham passado…Mas não os quereria de volta. Não com o fogo que tenho dentro de mim agora. Não, não os quereria de volta.

beckett.jpg

Samuel Beckett, A última fita de Krapp 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s